wordpress stat
Receita de Tartes de Baileys

“Cada qual tem o seu álcool”

012


A semana foi intensa, trabalhosa e esgotante.
Divido-me entre a explicação da carta, a correria da mise en place e o stress do serviço, sem espaço para respirar ou ter qualquer outro pensamento.
Por fim, o fim-de-semana resume-se a dois. É tempo para paz, relaxe e evasão.
Bebo muito, até à exaustão… embriago-me com a tua presença.

“Cada qual tem o seu álcool”
Fernando Pessoa, Livro do Desassossego





023

Tartes de Baileys

Para umas 24 formas de 4,5 cm de diâmetro:

Massa:
150 g de manteiga amolecida
50 g de açúcar
250 g de farinha de trigo
1 ovo
1 pitada de sal

Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Untar e polvilhar de farinha as formas de tarte ou usar forminhas de silicone.
Formar um vulcão sobre uma mesa com a farinha, o sal e o açúcar.
Dispor no centro do vulcão o ovo e a manteiga.
Amassar o mínimo possível até que a massa esteja homogénea (a massa não deve ser muito trabalhada).
(Também se pode amassar tudo ao mesmo tempo na batedeira, com o gancho de amassar).
Estender a massa com um rolo sobre uma superfície ligeiramente enfarinhada.
Cortar círculos de massa e forrar as forminhas.
Cobrir o fundo de cada forma com papel vegetal ou de alumínio.
Espalhar em cima do papel contas para assados ou algumas leguminosas para que a massa não infle ao cozer.
Cozer por 10-12 minutos ou até que estejam cozidas e ligeiramente douradas.
Reservar.

Banho de chocolate:
Derreter 200 g de chocolate negro em banho-maria ou no microondas (a baixa potência e mexendo o chocolate a cada 20 segundos).
Pincelar o interior de cada tarte com o chocolate fundido.
Refrigerar.

Creme de Baileys:
100 ml de Baileys
100 ml de leite gordo
20 g de maizena
2 ovos
100 g de açúcar

Dissolver a maizena com o leite, aos poucos, para que não crie grumos.
Misturar com todos os restantes ingredientes.
Levar ao lume até que coza e engrosse.
Deixar que arrefeça um pouco.
Rechear as tartes com o creme.
Decorar a gosto.


032




Comentários

27 Comentários to “Receita de Tartes de Baileys”

  1. inês em 8 Março, 2009

    muito bonito! Só dá vontade de ir para a cozinha imediatamente…mas não vai ficar igual:)

  2. Isa Lourenço em 8 Março, 2009

    Lindo e bom……….

    Bjos e boa semana

  3. Nucha em 8 Março, 2009

    Leonor,
    Detesto Baileys…mas este aspecto divinal deixa-me dúvidas!?
    Abraço!

  4. Ameixa Seca em 8 Março, 2009

    Ai, e há alcool que não faz nenhum mal… pelo contrário, até acorda certas paixões em nós :)
    Lindas, lindas, lindas!

  5. Margarida em 8 Março, 2009

    Eu embriago-me só de as ver… Essa capinha de chocolate antes do creme deve dar-lhe um toque fantástico!!
    E agora que o fim-de-semana está no fim resta-me desejar-te uma excelente semana!
    beijinhos

  6. Moira em 9 Março, 2009

    Excelentes! Claro que eu não gostando de baileys torcá-lo-ia por licor Mozart de chocolate.
    Mas o que eu gosto mesmo, e comeria uns dois ou três de seguida são os “beijinhos” cor de rosa 😉
    De que são feitos?
    Bjs
    Moira

  7. NÃO SOMOS APENAS ROSTINHOS BONITOS em 9 Março, 2009

    Que heresia!
    Acabamos de voltar de uma viagem gastronômica e não podemos ver comida por meses, até as medidas voltarem ao normal…rs!
    Beijocas,

  8. Claudia em 9 Março, 2009

    Querida Leonor,

    Depois dessa receita eu, que amo Baileys e tenho uma garrafa fechada, como faço para sair de casa agora?

    Linda inspiração para uma sobremesa para dois.

    Beijos,

    C.

  9. Zé em 9 Março, 2009

    Pois eu gosto, e o aspecto diz tudo. Lindo como sempre. Bjs

  10. Paula em 9 Março, 2009

    Leonor, quero dar-lhe os parabéns pelo seu blog, que visito regularmente.
    Considero-o o blog mais elegante, e mais delicioso da blogosfera culinária.
    Parabéns!

  11. Manuela em 9 Março, 2009

    Bem, que coisa mais delicada! Mas isto é um perigo, eu a comê-los era um atrás do outro hihi

  12. Catarina em 9 Março, 2009

    Leonor,
    Que maravilha de imagens. Não duvido do gosto divinal das sobremesas que aqui são apresentadas, esta sempre foi, até por formação, uma àrea que muito me interessa.
    Aliando este fabuloso registo fotográfico, tira as palavras a qualquer um.
    Muitos parabéns!

  13. Mão na Massa em 9 Março, 2009

    Lindos! Ficaram lindos! E devem saber ainda melhor!

    Será que posso comer?

    Bjs***

  14. Lolah em 9 Março, 2009

    Qué bonitos, y qué deliciosos deben estar!!!

  15. mesa para 4 em 9 Março, 2009

    Eu agora é que fiquei tonta…que maravilha…

  16. Gasparzinha em 9 Março, 2009

    Leonor, sou visitante assídua deste teu espaço de poesia gastronómica já muito tempo.
    Apesar de não comentar, não perco as fotos por nada. E as receitas, claro!!

    Teria muito gosto

  17. Gasparzinha em 9 Março, 2009

    ups, carreguei no enter por engano…

    Teria muito gosto que fosses conhecer o meu blog, acabado de sair do forno:
    http://nosoup-foryou.blogspot.com/

    Beijinhos e parabéns por este trabalho fabuloso.

  18. Luciana Betenson em 9 Março, 2009

    Leonor, que lindos!! Ótima idéia para o Dia dos Namorados… Receita anotada. :)
    Beijos!

  19. Canela em 10 Março, 2009

    Que bela visão de tartes perfeitas e o que são esses botões cor de rosa,acomposição ficou linda!
    Bj

  20. Rita em 10 Março, 2009

    Parece ser divino, adorei o trecho, Fernando Pessoa e demais de bom, ne.

  21. Scheilla Margarida em 10 Março, 2009

    Que sobremesa linda!!! Assim como todas deste site!!! Parabéns

  22. Leonor de Sousa Bastos em 10 Março, 2009

    Olá Moira e Canela!

    Os beijinhos ou botões cor-de-rosa são umas “pastilhas” de chocalate branco com sabor a morango.
    Há de chocolate negro, branco, de leite, laranja, morango e pistacho…(não sei se há mais sabores), assim como há chocolate branco com cores e sem sabor…sei que a Valrhona tem…

    As pepitas de sabores são óptimas e costumo comprá-las na “chocolate factory” aqui em Palma.

    Um beijinho!

  23. Rico em 11 Março, 2009

    quase me babei todo a ver essas fotos não vale pá não estava preparado. que delicias de bolinhos e com álcool ainda melhor. hehe

  24. chef Janvier em 11 Março, 2009

    Isto chega a ser irritante – a perfeição da técnica de pastelaria aliada à fotografia soberba.

    Com toda a facilidade – e mérito – isto vai desembocar num belíssimo livro.

  25. Nani em 12 Março, 2009

    Tu tentas todo mundo com tanta delícia e as fotos, ah…. as fotos que maravilhosas, dá vontade de atacar o ecran, eheheh, bjs.

  26. Ana em 9 Abril, 2009

    Leonor,
    Descobri este blog há muito pouco tempo, mas amo-o de perdição. Já fiz estas tartes e, apesar de não terem ficar TÃO perfeitas, ficaram deliciosas. Obrigada por estas receitas fabulosas e imagens lindas, lindas…

  27. rebeca em 25 Abril, 2009

    adorei!
    gostei tanto de fazer e comer…
    que vou postar a receita no meu blog de gastrônomia.
    espero sua visita..

    abraços e parabéns pela receita!

    rebeca

Comentar




    Translation





  • Últimos posts

  • Receitas por categoria

  • Arquivos