wordpress stat
Recuerdo

Era tudo tão perfeito… a simples previsão de uns pães doces e três recuerdos na carteira… 😉

Pães doces

Para 12 unidades:

100 g de farinha fraca
150 g de farinha forte
15 g de levedura fresca prensada
62.5 g de açúcar
3.5 g de sal
¼ de casca de limão ralada
50 ml de água
12.5 ml de leite
50 g de ovo
50 g de manteiga

Peneirar as duas farinhas.
Fazer um vulcão, ou introduzir na batedeira com a pá de amassar 50 g de farinha e 5 g de levedura dissolvida no leite morno e 25 ml de água.
Amassar bem e deixar fermentar tapado até que dobre o volume (meia hora).
Fazer outro vulcão, ou pôr novamente na batedeira o açúcar, o fermento e o sal dissolvidos na outra metade de água, a raspa de limão, o ovo e os 200 g de farinha restantes, juntamente com a massa já fermentada.
Amassar novamente até que a textura seja elástica.
Juntar a manteiga amolecida, aos poucos enquanto amassa.
Fazer bolas de 50 g cada.
Dispor as bolas sobre um tabuleiro untado e deixar que fermentem de novo, tapadas com film, durante mais meia hora.
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Pintar com gema de ovo.
Cozer uns 15 minutos.

Podem fazer-se vários feitios, polvilhar com açúcar, amêndoa ou decorar com creme pasteleiro.




Comentários

6 Comentários to “Recuerdo”

  1. Anonymous em 3 Setembro, 2008

    Uma vez mais “surpresa absoluta”. A cada receita tenho a tentação de também ser criativa…,mas não, não sou capaz. Volto ao bolinho receia da “MINHA MÃE” e que bom que é. As fotografias são maravilhosas, quase dão vida ás imagens. Parabéns também por elas. Fico na expectativa de nova maravilha. Um dia vou tentar… Obrigada e…até já

  2. Maggie em 4 Setembro, 2008

    Obrigada para maneira simples como descreves as receitas. As fotos são absolutamente tentadoras aos olhos.
    Parabéns… e bjs

  3. ameixa seca em 4 Setembro, 2008

    Se fizeste este, também hás-de gostar do pão doce que viste lá no meu blog :) Hoje fiz outra vez com a pitadinha de canela… uma delícia. Acredito que estes ainda sejam melhores! Mas explica-me lá o que é farinha fraca e forte. Agora as minhas dúvidas tiro-as contigo porque eu sei que tu sabes 😉

  4. leonor em 4 Setembro, 2008

    Olá Ameixa!!:)

    Fico contente por receber notícias tuas, mesmo índo ao teu blog todos os dias:P
    Daqui a nada já vou espreitar o teu pão doce com canela, é que mais uma vez estou a publicar e traduzir textos e receitas e perco imenso tempo! Quanto à tua pergunta, aqui vai a resposta:

    A força de uma farinha representa a sua maior ou menor capacidade de absorção de água e a sua maior capacidade de retenção de gás carbónico, durante a fermentação.

    Uma farinha forte é uma farinha rica em glúten e oferece uma textura mais firme e elástica: é a farinha utilizada para fazer pão.
    (Penso que em Portugal, a que se encontra mais facilmente é a tipo 65.)

    Uma farinha fraca, é uma farinha de baixo contéudo em glúten, e resulta numa textura mais fina: é a farinha normal de trigo, a mais comum (para bolachas, tartes,…)

    P.S – não sabia que os éclairs tinham o nome de rins em coimbra… um nome pouco apelativo…:/

  5. ameixa seca em 4 Setembro, 2008

    :) Obrigada pela explicação Leonor. Fazia uma ideia que fosse isso mas não tinha certeza.
    Um nome nada apelativo e ainda por cima acharam que eu era uma tonta por pensar que aquilo se chamava éclair… é que nem conheciam nada com esse nome. Um país tão pequeno e tão diverso 😉

  6. maria azevedo em 22 Abril, 2010

    Parabéns é talvez o blog mais bem feito e com receitas doces extremamente bem elaboradas o nivel das fotos tem muito bom gosto é uma excelente ajuda para a apresentação dos doces para os alomoços de familia amigos ou momentos mais a dois.

    Pergunta não vamos ter receitas para os 1º pratos ?

Comentar




    Translation





  • Últimos posts

  • Receitas por categoria

  • Arquivos