wordpress stat
Receita de Scot Baps (pães escoceses)

O pão que o diabo amassou

pão

O Domingo queima, a casa sua por todas as paredes e o calor cola-se à pele impedindo qualquer movimento.
A minha cozinha insiste em convites diabólicos e eu não posso resistir à condenação ao inferno.





pão

Scot Baps (pães escoceses)

Para 15 unidades de aproximadamente 60 g cada:

175 ml de água
175 ml de leite tépido
25 g de levedura prensada
25 g de açúcar em pó
25 g de sal fino
500 g de farinha forte
Leite extra para o glaceado
Farinha para polvilhar

Dissolver a levedura com o leite e o açúcar.
Misturar a farinha com o sal e juntar a água e o leite com o açúcar e a levedura.
Amassar até que a massa esteja homogénea e elástica.
Formar uma bola com a massa e pôr dentro de uma taça.
Fermentar a massa durante 1 hora ou até que duplique de volume bem tapada com film e num lugar temperado.
Romper a fermentação e dividir a massa em 15 partes.
Formar bolas com cada porção de massa.
Espalmar com um rolo cada bola até que tenha 1 cm de espessura.
Colocar os pães sobre um tabuleiro polvilhado com farinha ou papel de forno.
Pintar a superfície dos pães com leite e polvilhar com farinha.
Deixar que os pães fermentem por 30-45 minutos.
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Polvilhar os pães novamente com farinha.
Pressionar o centro de cada pão com o dedo formando um buraco com 1 cm de profundidade.
Cozer 15-20 minutos.
Também se pode apenas pré-cozer e congelar como está explicado aqui.

pão




Comentários

27 Comentários to “Receita de Scot Baps (pães escoceses)”

  1. Claudia Lima em 7 Junho, 2009

    Leonor eu adoro este pão. É irresistível.
    Jamais podia esperar que fosse tão fofinho e saboroso.
    Foi uma agradável surpresa e não dá trabalho para fazer.
    O seu ficou ótimo!
    Bjs :)

  2. Leonor Rodrigues em 7 Junho, 2009

    Olá Leonor!

    Tem um aspecto fantástico este Scot Baps! Adivinha-se um sabor suave, um convite irrecusável aos sentidos.
    Faço a ideia o cheirinho que ficou na sua cozinha!…
    Beijinho

    (Leonor)

  3. Dry-Martini em 8 Junho, 2009

    O teu espaço tem o condão de me fazer babar :)

    Que chatice .)

    XinXin

  4. argas em 8 Junho, 2009

    Olá Leonor!

    Que pão lindo e fofinho…não conhecia 😐 Tens sorte em estar calor por aí, aqui o tempo está uma desgraça! bjinhos

  5. Luisa Alexandra em 8 Junho, 2009

    Minha menina, se o diabo realmente fizesse pão com tão bom aspecto o inferno estava cheio!!!!!

  6. mesa para 4 em 8 Junho, 2009

    Tão bonito :-) mesmo como eu gosto branquinho…

  7. Canela em 8 Junho, 2009

    Leonor
    O pão pode ter sido amassado no inferno,mas não foi o diabo…..
    Um bonito pão e a miga parece perfeita.
    Vou copiar a receita para fazer.
    Bj

  8. Receitas da Piteca em 8 Junho, 2009

    Que aspecto fantástico!! Devem de ser muio bons esses pãezinhos! :)
    Bjcas.

  9. Léia Silva em 8 Junho, 2009

    Que pao macio Leonor! E’ daqueles que desmancham na boca, maravilhoso! Bjim com muito karim
    Léia

  10. Vânia Costa em 8 Junho, 2009

    Leonor,
    Simplesmente fantásticos! Mas és doida, com tanto calor e fazer pão! Deus!
    O que vale é que no fim compensa as horas de Inferno, com esse pãozinho maravilhoso!

    Beijoca*

  11. Mari Azevedo em 8 Junho, 2009

    Leonor querida, este pãozinho está convidativo demais da conta!! Parece tão, mas tão macio e fofinho…. juntando a maciez dele com as suas fotos incríveis, não há como não cair de amores!!
    Bjo grande,

    Mari

  12. Paula em 8 Junho, 2009

    Que lindos, que lindos! Bravo, Leonor!

  13. Gina em 8 Junho, 2009

    Esse pãozinho, mesmo com o calor da cozinha, vale a pena. Pense pelo lado positivo. O pão cresce mais rápido e você se delicia com ele.
    O que dizer da foto? Bem, se você fizer uma receita qualquer, sem muita elaboração e tirar uma foto como essa, vai nos tentar a experimentar…
    Bjs.

  14. ana em 8 Junho, 2009

    Têm um ar delicioso

  15. Glaucia em 8 Junho, 2009

    Leonor,quero fazer já o saboroso “scot” porém no Brasil conhecemos o fermento fresco e o seco , por favor, me diga qual dos dois é a “levedura
    prensada”… Obrigada e parabéns por mais esta delícia! Glaucia

  16. Ameixinha em 8 Junho, 2009

    Está assim tanto calor por aí?
    Aqui parec e Inverno, com chuva torrencial, frio e vento! Sabia tão bem uns pães desses agora :)

  17. Psychic em 8 Junho, 2009

    Pois eu cá acho que esse pão deve ser digno dos deuses =)

    Vou experimentar, pois fiquei simplesmente fascinada!

    Obrigada pela partilha

  18. AndreaDomingas em 9 Junho, 2009

    Já ouvi falar dos Scot Baps e até tinha uma receita, mas nunca tinha tempo de testá-la… e os seus ficaram tão lindos e com uma textura fantástica! Tenho que tentar encontrar a tal farinha forte, pois eu acho que deve fazer toda a diferença, neste caso!
    Bjs

  19. Smas em 9 Junho, 2009

    Leonor, que pão delicioso!!!!
    Hoje publiquei uma receita deste blog que ficou deliciosa e até o meu filho adorou!
    Claro que as fotos não ficaram tao bonitas eh eh eh
    Bjs grandes também com muito calor aqui em Macau (e muita chuva, que aqui chove no Verão e continua a estar calor mesmo a chover)

  20. Moira em 9 Junho, 2009

    Leonor,
    Estou de volta, e bem a tempo para apreciar esses pães maravilhosos, mas imagino que com calor deve ter sido … “do diabo” eheehe
    Gostei da textura, hei-de experimentá-los, já estou a imaginá-los com doce de cereja branca que trouxe do planalto transmontano.
    Beijocas
    Manuela

  21. Gasparzinha em 9 Junho, 2009

    Como eu te entendo…
    Cozer pão no Verão coloca-nos numa montanha russa de sensações: do Inferno da cozedura ao paraíso da degustação!
    :)

    Adorei esta receita, que não conhecia.
    :)

    Beijinhos.

  22. Verena em 10 Junho, 2009

    Leonor, esse blog é uma belezura só!!!
    As fotos, os textos, tudo muito clean e super apetitoso!
    Parabéns!
    Adorei a receita, sou apaixonada por pães!
    Um beijo do Brasil!

  23. Paula em 10 Junho, 2009

    Que lindos ficaram! Aí deve estar um calorão, mas aqui em São Paulo está um inverno friiiiioooo, que pede um forno ligado com pão quentinho saindo…

  24. Luciana Macêdo em 10 Junho, 2009

    O sacrifício de passar alguns momentos “no inferno”, valeu à pena. Ter como resultado este pão maravilhoso,com certeza não é um presente do diabo.
    Imagino este pão quentinho, com um bocadinho de manteiga escorrendo,sumindo…ai, é pura tentação.
    Bjs!

  25. aprendizdepanadera em 13 Junho, 2009

    Leonor, ¡qué alegria descubrir este blog tuyo tan estupendo!
    las fotos son fantásticas (mi enhorabuena al fotografo) y tus recetas y estilo de presentación son simplemente soberbios. tomo nota de un par de panes que me apetece probar. ya te contaré.
    Yo tengo un blog sobre pan, mucho más modesto que el tuyo, pero te invito a visitarlo y a seguir en contacto. Tenemos amigos comunes y será fantástico que un día coincidamos en persona, para poder conversar contigo.
    Saludos desde Palma, también!
    aprendizdepanadera

  26. Alexandra (namorada do Buba) em 14 Julho, 2009

    Apetece-me devorar todas as tuas criações, que são “opticamente” deliciosas… E não só. Elas saltam mesmo do ecrã e quase que dá para senti-lhes o cheirinho e o gosto. Parabéns e obrigada pela poesia inspiradora e por tanta beleza.

  27. Ana Figueiredo em 13 Outubro, 2010

    Já experimentei amassando na máquina do Pão – ficaram óptimos!!
    Obrigado

Comentar




    Translation





  • Últimos posts

  • Receitas por categoria

  • Arquivos