wordpress stat
Diário

A pastelaria aplicada à informática

portatil

A ventoinha do meu portátil avariou. Para não aquecer, tenho-o sobre uma rede de pastelaria.
Funciona.

Natal 2012

Vestir a casa de luz

natal_2012

O Natal é um sentimento poderoso. É crença e magia. É isso.

Passatempo Aletria Milaneza

Em flagrante com Milaneza…

Não sei se chamar-lhe desafio, passatempo ou simplesmente convite. No fundo, eu e a Milaneza queremos fazer um apelo ao vosso lado mais doce e pedir-vos que se expressem através de uma aletria.

Um, dois, três… O tempo começa agora!

Abaixo deixo as regras de participação…

Flagrante Delícia no Facebook
Para quem não tiver Facebook, o segiuinte email também é válido para o envio das receitas: aletriamilaneza@flagrantedelicia.com

flagrantedelicia.com – 4º aniversário

Happy birthday to you!




[gplayer href="http://www.flagrantedelicia.com/wp-content/uploads/2012/04/aplauso1.mp3" ][/gplayer]


Aplausos

O aplauso é, em geral, uma recompensa do ignoto. Pode soar isolado ou como um coro imponente de palmas. Sobrevive como o âmbar e às vezes tem cor de profecia. Pode ser uma perigosa tentação ou também um sobressalto da humildade.

Quando provoca enxaqueca ou dor de garganta, é porque não estamos preparados para o rito.

Se o aplauso é um arredor, vale a pena lançar voo. Não para sempre, por um momento, medir à distancia a eclosão, sem repentina vaidade e sem falsa modéstia.

Como o aplauso vem das sombras há que pensar porquê. De qualquer forma, cada um os colecciona: pendura alguns no coração e outros no cabide.

O aplauso pode ser uma mensagem, um empenho, um galardão, mas também uma lástima, um golpe de ironia. Pode vir de três amigos generosos ou de um estádio repleto.

De qualquer forma, há que aprender a viver sem aplausos, ou apenas com o aplauso da consciência espontânea e verdadeira.

Mario Benedetti (tradução livre)

Showcooking (essência do gourmet)

A minha essência






Há dias que fazem as nossas vidas. Há pequenos lampejos que nos vão surpreendendo, aqui e ali, e deixam marcas eternas na nossa alma.
Lembro-me de alguns dias verdadeiramente importantes e são eles que, unidos ponto a ponto, dão um sentido à minha existência e fazem de mim quem sou.

Os meus momentos mais marcantes não são necessariamente bons, mas são sempre etapas de crescimento. Muitas vezes, são momentos em que há uma mistura de boas e más sensações, momentos que pedem uma pausa para uma reflexão interior e me conduzem a uma visão mais transparente do caminho.

Ultimamente, fui obrigada a parar para ordenar todas as minhas ideias e encontrar as respostas que me faltavam. A questão primordial é uma: – O que é que me faz feliz?!…

Quando era pequena, o meu refúgio ficava naquele lugar entre a caneta e o papel onde acabam as dimensões do tempo e do espaço. A solidão ajudava-me a perguntar e a compreender as coisas que parecem difíceis e os meus poemas conseguiam falar mais alto do que o meu grito mais agudo.
De um momento para o outro, deixei-me tornar incapaz e esqueci que há prismas em que a luz se desdobra em todas as cores.

Às vezes, sinto falta do que fui.

Falar nunca foi o meu ponto forte. A minha voz tem uma péssima memória e demora imenso até encontrar todas as palavras. As minhas mãos tremem, as minhas pernas tremem e não há movimento que eu faça que não denuncie o meu caos interior.

Sempre imaginei o meu trabalho em cozinha como um trabalho solitário e silêncioso mas, recentemente, tenho tido solicitações que não esperava e que viraram o meu mundo do avesso. Não tinha a certeza de ser capaz de enfrentar os meus medos, não estava segura de poder lidar com a pressão que representam os “olhos do público” e fui obrigada a fazer uma reflexão profunda àcerca de mim e do que quero fazer.

Hoje, marquei uma etapa importante com a minha estreia no Essência do Gourmet e, apesar de ter sofrido todos os defeitos de um coração inquieto, posso orgulhar-me de mais um passo em frente.

Não foi um dia perfeito. Foi um dia feliz.

Página seguinte »

    Translation



  • Últimos posts

  • Receitas por categoria

  • Arquivos