wordpress stat
Receita de Madalenas

Os meus pequenos tesouros

madalenas


Tenho saudades dos meus baldes de praia… da pá, da peneira, do ancinho e das mil e uma forminhas com motivos marítimos guardados dentro de um enorme saco vermelho, digno de qualquer pai-natal em plenas férias.
Ainda sinto o estalido dos meus passos pelo estrado de madeira que seguia até à praia, num ansiado encontro com o mar e a areia, e divirto-me com a glória dos meus pequenos tesouros…





madalenas

Madalenas

200 g de farinha de trigo
4 g de fermento químico
150 g de manteiga amolecida
200 g de açúcar
4 g de raspas de limão
156 g de ovos (uns 3 ovos)
75 ml de leite
7 g de essência de baunilha

Peneirar a farinha com o fermento.
Bater a manteiga com o açúcar e o limão a velocidade média até que a massa esteja leve e fofa.
Juntar os ovos, o leite e a baunilha em 2 vezes batendo até que estejam bem incorporados.
A velocidade baixa, juntar a farinha com o fermento.
Tapar com film e refrigerar por 6-8 horas.
Pré-aquecer o forno a 200ºC.
Encher ¾ das formas e cozer por 10 minutos (dependendo do tamanho das madalenas, o tempo de cozedura varia).

Aconselho a usar formas de silicone.


madalenas




Comentários

33 Comentários to “Receita de Madalenas”

  1. Moira em 6 Agosto, 2009

    Beas recordações, sem dúvida, embora não me lembre dos meus brinquedos de praia, também os tinhas, as fotografias não mentem.
    Mas recordo a imensidão do tapete de madeira que me levava até à praia da Figueira que apesar de mais curto que nos dias de hoje, mesmo assim já era enorme :)
    Essas madalenas fariam as minhas delícias naquela altura tal como agora.
    Beijocas
    Manuela

  2. Sofia em 6 Agosto, 2009

    Que lindos Leonor! E deixa-me dizer-te que as produções fotográficas do Miguel (ou de ambos) estão cada vez melhores. Parabéns a ele também! Dá gosto ver estas fotografias!

  3. irina em 6 Agosto, 2009

    Bem sei do que estás a falar… até me arrepiou a tua descricão…. bons tempos irmãzinha querida…

  4. Ameixinha em 6 Agosto, 2009

    Eu não gosto de praia mas adoro madalenas :)

  5. Gina em 6 Agosto, 2009

    Leonor, apaixonei-me pelas madalenas à primeira mordida. Aliás, preciso repeti-las, pois são pequenas preciosidades, delicadinhas do jeito que gosto.
    Suas ideias pra composição das fotos estão sempre agradando, uma gracinha!
    Bjs.

  6. Vânia Costa em 6 Agosto, 2009

    A minha infância de baldes de areia está menos distante que a vossa… Os meus 20 aninhos ainda não me trazem assim tanta nostalgia como a vocês, mas mesmo assim consigo entender! São coisas que ficam… e que nos deixam felizes! =)
    Essas madalenas ficaram óptimas! Adorei a produção fotográfica! Impecável!

    Beijinho bom*

  7. Margarida em 6 Agosto, 2009

    Eu tmbém tenho tantas saudades desse tempo.. Agora consigo matá-las um pouco com os baldinhos e apetrechos da filhota que vão sempre connosco para a praia. Muitas vezes brinco mais eu que ela.. E confesso-te que já fazia umas forminhas de Madalenas, mas não de areia.. ; )
    beijocas

  8. Leonor Rodrigues em 7 Agosto, 2009

    Olá Leonor!

    As suas Madalenas lembram espuma das ondas do mar. A esta hora seriam geniais com um chazinho de erva cidreira…

    Beijinho
    (Leonor)

  9. Jux em 7 Agosto, 2009

    ahhhh linda! é como se houvesse uma brevíssima telepatia… visito sua cozinha há muito tempo e confesso que por vezes me perguntava “por onde andarão as ‘madeleines’?”
    Elas se tornaram um sonho para mim, desde que adentrei as ondas de inúmeros blogs culinários…
    E essa semana ganhei uma linda forma de conchinhas e concretizei esse pequeno desejo: fiz minhas pequenas madalenas…
    Suas madalenas ficaram lindas!
    Belas memórias e sonhos imortalizados, tal qual Proust!
    Belas madalenas as suas, grande Leonor!

  10. Gasparzinha em 7 Agosto, 2009

    Eu adoro madalenas.
    Mas Leonor, estas fotos estão de uma criatividade imensa.

    Vocês são mesmo uma dupla genial! :)
    Beijinhos.

  11. Soraia Silva em 7 Agosto, 2009

    As madalenas estão com óptimo aspecto e as fotografias… Simplesmente fantásticas!!! 😀
    Beijinhos*

  12. purita em 7 Agosto, 2009

    e olha que agora cá as praias míticas (homem do leme por exemplo) são bandeira azul! podes regressar e trazer as forminhas todas!

  13. Luísa Alexandra em 7 Agosto, 2009

    Se todas as praias fossem assim eram muito mais doces e menos poluídas!

  14. Isabel Pessoa em 7 Agosto, 2009

    Fermento químico é o fermento em pó, normal que se usa nos bolos correntes?
    Obrigada.

  15. Mariana em 7 Agosto, 2009

    Que bonitas madalenas! E que boas recordações do meu saco dos brinquedos da praia, azul aos quadrados, com baldes, pás e formas de todas as cores.

    Cá por casa ainda só houve madalenas de cacau, o Verão deixou-me preguiçosa. Mas não uso formas de silicone. Não gosto da forma como alteram os tempos e passos da cozedura. As minhas de madeleines são normalíssimas, de metal claro, e funcionam na perfeição.

    Beijos *
    Mariana

  16. maria de fatima antunes em 7 Agosto, 2009

    Nunca comentei outros blogs…este “cativou-me”…

    Tudo continua perfeito…PARABÉNS.Bjis

    P.S.Leonor,fiz os seus scones,por conterem azeite na sua composição…
    Ficaram óptimos.

  17. Mão na Massa em 7 Agosto, 2009

    Querida Leonor,

    São essas as recordações que deves guardar para sempre, pois são únicas e um dia vais poder contá-las.

    Adorei as tuas madalenas. e a ideia da pá.

    Beijo :)

  18. Carla Nogueira em 7 Agosto, 2009

    Leonor,

    Que linda produção. Acredite, nunca comi madalenas e sua receita me encantou. Vou providenciar as formas e depois farei sua receita. Aliás, sempre que posso faço suas receitas.
    Claro que não ficam tão lindas como as que você apresenta, porém, sempre ficam deliciosas.
    É verdade que para as madalenas ficarem com a corcova é preciso baixar a tempuratura do forno durnte o cozimento?

  19. Cinha em 7 Agosto, 2009

    Realmente são lembranças maravilhosas!
    Eu reavivo a minha memória cada vez que vou à praia com os meus filhos…ai transformo-me e volto a ser pequenina!
    As Madalenas fazem parte dessa infância, como lanche havia sempre umas doçuras.
    Um grande beijinho e obrigada por me lembrar momentos tão especiais.

  20. Susana Almeida em 7 Agosto, 2009

    Leonor… desta vez superaste tudo!! As lembranças semelhantes às minhas… as fotografias originais e a receita como sempre deliciosa! Obrigada por me fazeres viajar no tempo.
    bjs

  21. Sofia Fernandes em 7 Agosto, 2009

    Querida Leonor,

    Deixei-me embalar pela magia das tuas palavras misturadas com estas imagens doces e inocentes. Como a infância deve ser.

    Um beijinho!

    Sofia

  22. Leonor de Sousa Bastos em 7 Agosto, 2009

    Isabel Pessoa,

    Sim, o fermento químico é o fermento em pó que se usa para bolos!! :)

  23. Claudia Lima em 7 Agosto, 2009

    Quando era criança gostava de praia. Era sempre uma festa.
    Hoje não gosto tanto.
    Amo a forma das Madalenas. Fico um mimo!
    Bjs :)

  24. Leonor de Sousa Bastos em 7 Agosto, 2009

    Moira,

    Eu sou louca por esses “tapetes de madeira”…acho-os lindos e românticos! :)
    …e quem é que não ficava ansioso pela hora do lanche?! :)
    Nada me tira o meu pão com queijo e marmelada, as “raivas”, os “bolinhos fresquinhos” apregoados em voz alta pela praia e a barraca de madeira com gelados! :)

  25. Leonor de Sousa Bastos em 7 Agosto, 2009

    Vânia,

    Até me fizeste sentir velha!!…
    seis anos de diferença não me parecem assim tanto para impedir as saudades das forminhas de praia… 😉

    Beijinho!

  26. Leonor de Sousa Bastos em 7 Agosto, 2009

    Mariana,

    Não acho que os tempos de cozedura variem assim tanto das formas de metal para as de silicone.
    Eu ponho sempre as formas de silicone sobre um tabuleiro de metal e não noto muita diferença no tempo de cozedura.
    Apesar de tudo, gosto mais da crosta que se forma nas formas de metal.

    Prefiro usar formas de silicone para madalenas porque acho que o formato de concha fica mais perfeito, que o relevo fica mais marcado.
    Fiz com umas de metal que tinha comprado no Porto e apesar das últimas fornadas saírem bem, as primeiras ficavam muito mais lisas.

  27. Leonor de Sousa Bastos em 7 Agosto, 2009

    Maria de Fátima,

    Agradeço imenso o seu comentário e fico muito feliz por saber que ficou cativada…:)

    Gostei de saber que experimentou os scones e que gostou!…Obrigada por partilhar!

    Um beijinho

  28. Leonor de Sousa Bastos em 7 Agosto, 2009

    Carla,

    A que “corcova” é que se refere?

  29. Carol em 8 Agosto, 2009

    Perfeitas Leonor, a decoração está show de bolo, meus parabéns. Beijos

  30. Micas em 9 Agosto, 2009

    Pois bem… com a minha princesa de três anos, as saudades dos brinquedos de praia passaram a ser menos presentes e a significar mais ‘tralha’ para carregar, mas a verdade é que os anos passam e as memórias ficam e felizmente os hábitos e costumes que tinhamos ainda se mantêm e passam para outras gerações (ainda que mais ninguém use walkman’s ou cassettes com aqueles aucultadores enormes nas orelhas ;)) mas desses já não se guardm as saudades… o Ipod foi a melhor invenção de sempre…

    As tuas madalenas estão perfeitas… e depois de ler a tua explicação sobre formas de madalenas em silicone e metal, passei a perceber o porquê das minhas ficarem sempre tão lisas (pensava eu que o erro era da cozinheira)!

    bjcas! 😉

  31. Joana Duarte em 11 Agosto, 2009

    Assim não vale!…:) Isto já é fazer a nossa memória disparar… Saudades da praia, de ser criança, daquelas cores que só nesse Verão passado existem…

    Estão perfeitas, estas madalenas, como as palavras e as fotos. Os meus sinceros parabéns!

    Beijinhos e tudo de bom*

  32. moranguita em 12 Agosto, 2009

    e um bolinho que adoro.
    mas nunca fiz. estao lindas.
    beijocas

  33. Cristina em 17 Agosto, 2009

    Voltei agora de férias e fizeste-me sorrir com as recordações recentes das brincadeiras na areia com as minhas filhotas. As madalena são os bolinhos preferidos da mais velha (ela tb se chama Madalena) por isso esta produção tocou-me de forma especial.

Comentar




    Translation





  • Últimos posts

  • Receitas por categoria

  • Arquivos