wordpress stat
Receita de Bolo de noz com creme de gemas

De noz para nós…

bolo de noz


Levantam-se vozes saudosistas reclamando o bolo de noz que tantas vezes fez parte de reuniões em família. O bolo de noz, que depois de acompanhar vários Natais, ficou esquecido num papel amarelado com a caligrafia apagada da minha avó. O bolo de noz que hoje revive num ensaio para o Natal.






Bolo de Noz com creme de gemas

Para 6 a 8 pessoas:

Creme de gemas:

8 gemas
8 colheres de sopa de açúcar
8 colheres de sopa de água.

Misturar todos os ingredientes até que fique um preparado homogéneo.
Levar a lume brando, mexendo constantemente, até que engrosse.
Retirar do lume e continuar a mexer até que o creme arrefeça.
Cobrir com papel aderente sem que haja ar entre este e o creme (para que não se forme uma película dura por cima) e refrigerar.

O creme não deve nunca ferver. Se for necessário, ir pondo e retirando do lume, mexendo constantemente.
O creme está na consistência certa quando ao mexer, comece a fazer estrada no fundo do tacho (deve deixar um sulco que permanece durante alguns segundos deixando ver o fundo do tacho).

Bolo de Noz

250g de açúcar
250g de nozes
8 ovos

Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Untar uma forma de uns 22 cm de diâmetro e forrar o fundo com papel vegetal.
Moer as nozes até que fiquem finas.
Bater as claras em castelo.
Bater as gemas com o açúcar até que tripliquem de volume e fiquem espessas e esbranquiçadas.
Misturar a noz moída com as gemas, com cuidado, usando uma colher ou espátula.
Adicionar as claras, aos poucos, com movimentos suaves.
Deitar a massa na forma até ¾ da sua altura.
Cozer durante 30-40 minutos, comprovando a cozedura com um palito, que deverá sair seco do centro do bolo.
Retirar o bolo do forno e deixar arrefecer dentro da forma.
Desenformar e cortar ao meio longitudinalmente.
Rechear e cobrir com uma camada fina de creme de gemas.
Decorar com nozes.




Comentários

58 Comentários to “Receita de Bolo de noz com creme de gemas”

  1. Sara Quaresma Capitãp em 10 Dezembro, 2009

    Depois de um dia a bater firme arquitecturas de betão e afins, com uns gramas de cálculo de térmica e um creme de tese sem fim… este post de “noz para nós” é um projecto que enche quaisquer medidas.

    Leonor,
    solto um “cliché”: Parabéns!

  2. Ameixinha em 10 Dezembro, 2009

    Isto sim é “O” bolo de nozes :)

  3. Cláudia em 10 Dezembro, 2009

    Leonor,

    a foto está simplesmente escandalosa, mas isso não é novidade… :)

    mas gostei especialmente que não tenhas tido preconceito em relação ao número de ovos/gemas utilizados, acho que hoje em dia os ovos estão a ser vítimas de discriminação, não são tão pouco saudáveis como se quer fazer crer…

    Parabéns, uma verdadeira delícia!

    bjs

  4. Patrícia em 10 Dezembro, 2009

    Sem palavras…ficou um doce!!

  5. Eunice Ventura em 10 Dezembro, 2009

    Olá Leonor! Um dia destes andava pela net a pesquisar receitas de bolachas com gemas cozidas,e, encontro este blog maravilhoso fiquei viciada [quem me dera ter um ], agora já nao passo sem vir cá espreitar.Este bolo deve ser delicioso, vou ter que experimentar. Parabéns pelo excelente blog que partilha connosco.
    beijinhos

  6. Carina em 11 Dezembro, 2009

    Leonor, está de comer e chorar por mais!!!!!
    FANTÁTICO e DELICIOSOOOOOOOOOOOOOO!!!!

    Beijinhos :)

  7. Marinex em 11 Dezembro, 2009

    Olá leonor!! É a primeira vez que comento o seu blog, apesar de o visitar à bastante tempo. Gostei tanto, mas tanto deste bolo que tinha que dizer algo, apesar de estar um pouco sem palavras, só de pensar quando terei oportunidade de experimentar tal delicia… Adoro nozes, adoro creme de ovos… Sem sombra de dúvida que está divinal!! Parabens

  8. Gasparzinha em 11 Dezembro, 2009

    Devia era ser de noz para mim!! :)
    No ponto, naquele ponto que me deixa babar tanto como esse doce de ovos.

  9. c em 11 Dezembro, 2009

    adoro. e há sempre um nas festas de anos e natal.
    :)

  10. João em 11 Dezembro, 2009

    Este comentário é uma brincadeira….mas não resisto.

    Para um bolo cozido numa forma de 22 cm de diâmetro, tem um canto muito perfeito!

    Quanto à receita, parece deliciosa! 😀

  11. Claudia em 11 Dezembro, 2009

    Leonor,

    uma visão simples e perfeita esse teu bolo, uma coisa de louco mesmo, tudo de bom. E com creme de gemas, minha obsessão maior, só pode ter sido para me provocar. Vou considerar essa uma postagem uma provocação a minha pessoa…(risos!)

    C.

  12. Leonor de Sousa Bastos em 11 Dezembro, 2009

    João,

    Também em tom de brincadeira…:)

    Por acaso, o bolo foi cozido em 2 formas de 12 cm de diâmetro e feito apenas com 2 ovos!… Os bolos foram depois sobrepostos e cortei o rectângulo no curto espaço que me sobrava…
    Apesar de tudo, costumo usar uma régua na minha cozinha…:)

    Nem sempre faço as quantidades que dou nas receitas…faço bolos mais pequenos para que eu e o MIguel consigamos comê-los…
    Detesto deitar comida fora e, se faço bolos enormes, ou acabam por ir para o lixo ou tenho que os congelar para o MIguel ir comendo só um bocadinho por dia…
    Com isto do livro, os doces foram tantos, todos os dias, que ainda tenho o congelador cheio de sobras…

    Tudo o que é de mais, faz mal! 😉

    Um beijinho!!

  13. Leonor de Sousa Bastos em 11 Dezembro, 2009

    Claúdia,

    Eu acho que o importante é comer equilibradamente…

    Para mim, os doces não devem ser comidos para saciar estômagos famintos, mas com conta, peso e medida.

    Um doce todos os dias (seja ele qual for), na quantidade certa, se se tem uma alimentação e um estilo de vida saudáveis, não pode fazer mal a ninguém!

    Um beijinho!

  14. Tina em 11 Dezembro, 2009

    E que tal um Open Day do frigorífico da Leonor? Tenho a certeza que as sobras congeladas se iam num instante… Bom… e eu também tenho uma arca congeladora grande, com algumas gavetas cheias de espaço 😉

    Mas isso levanta-me uma questão que concerteza sabes responder: a congelação dos bolos garante a sua qualidade? E por quanto tempo e em que condiições deve ser feita?

    Este bolo de nós é mais um daqueles que me parece muito fácil e delicioso. Vou experimentar para o Natal!

  15. Conceição em 11 Dezembro, 2009

    A minha tia faz o bolo de noz , é uma delícia. O da Leonor como sempre ficou lindo!
    Bjs

  16. Carla em 11 Dezembro, 2009

    Leonor,

    Entrar em seu blog e deixar comentários como maravilhoso e que fotos lindíssimas já se tornou redundante para mim. Eu sempre falo isso. Mas às vezes é difícil encontrar palavras que mostre que vocês se superaram.
    Bolo de nozes é o meu preferido. Se fosse tua vizinha iria até aí e imploraria de joelhos por um pedacinho. Mas como a distância me salva dessa humilhação, fico aqui a sonhar por seus doces.

    Bjs

    Carla

  17. purita em 11 Dezembro, 2009

    traz as sobras!!!

  18. Cacahuete em 11 Dezembro, 2009

    Que bolo de noz tao lindo! Agora fiquei com uma vontade enorme de fazer bolo de noz para o Natal.

    Beijinhos

  19. patrícia vilela em 11 Dezembro, 2009

    Acho que esta receita vai entrar sorrateiramente para a lista a fazer hoje à noite. Amanhã, há exposição Miosotiis :)*

  20. Luciana Betenson em 11 Dezembro, 2009

    Afff, socorro, que delícia! o bolo de nozes perfeito… com todos estes ovos, sem farinha de trigo, uma montanha de nozes… vou fazer leonor, adorei :-)

  21. Helena em 11 Dezembro, 2009

    Olá Leonor,

    O seu blog já faz parte das minhas rotinas e torna-as muito mais doces; não resisto a “cuscá-lo” com frequência!
    Este bolo consta já da minha lista de doçaria para fazer na época festiva que se aproxima. Adoro o trio de ingredientes, quer do creme de gemas, quer do bolo propriamente dito! E já agora que tal uma sugestão inovadora para aproveitar as claras do creme? É que também não sou nada adepta do desperdício!

    Parabéns. Pode ser cliché, pode ser “palavra” feita, pode ser da praxe, porém não se pode deixar de endereçá-los.

    Bêjos (como se diz à boa maneira alentejana),

    Helena

  22. Ana em 11 Dezembro, 2009

    Este blog tem receitas fantásticas… Mas este bolo de noz também é receita de família – na minha família! A única diferença é que em vez de 8 ovos usamos 6 para 250g de açúcar e de nozes – e fica uma delícia. É o melhor bolo que já comi.

  23. Nina em 11 Dezembro, 2009

    Leonor, muito obrigada pelo esclarecimento relativamente à decoração do Bolo Inglês, necessária para quem, como eu, costuma ler na diagonal.
    Relativamente ao Bolo de nozes, peço-lhe que comparta o truque para o cortar longitudinalmente. É que já somo vários desastres nesse capítulo, pois esta massa é muito friável e não costuma ser colaborante neste procedimento, de tal modo que, por defesa, apenas o cubro com o creme e não o recheio.
    Muito obrigada.

  24. Leonor Rodrigues em 12 Dezembro, 2009

    Olá Leonor,

    Um Bolo de Noz com cheirinho de Natal, deverá ser delicioso com este creme de gemas!

    Beijinho

    (Leonor)

  25. Leonor de Sousa Bastos em 12 Dezembro, 2009

    Nina,

    O bolo deve sempre ser cortado em frio e com uma faca de serra.
    Para que seja mais fácil, pode refrigerá-lo primeiro e, quando estiver bem frio, cortá-lo.
    Outra opção é cozer o bolo em duas formas iguais, rechear e colocar um bolo sobre o outro.

    Em último caso, pode congelar o bolo durante algumas horas e cortá-lo quando estiver duro…

    Espero ter ajudado…

    Beijinho,

    Leonor

  26. Leonor de Sousa Bastos em 12 Dezembro, 2009

    Tina,

    Há imensos bolos que são congelados… por exemplo, todos aqueles bolos que levam mousses e cremes, só se podem cortar congelados.
    Se a congelação for bem feita não altera a qualidade dos bolos…
    O tempo máximo de congelação para garantir uma boa qualidade varia de bolo para bolo e depende da temperatura a que for congelado.

    Obrigada,

    Leonor

  27. Iêda Ferreira em 12 Dezembro, 2009

    Leonor,
    Impressiona muito o cuidado com as fotos. É de “comer com os olhos”. Ainda vou testar uma delas. Parabéns pelo belo trabalho!
    Um abraço,
    Iêda

  28. Leonor de Sousa Bastos em 12 Dezembro, 2009

    Helena,

    Nos próximos dias vou solucionar as claras com um pedido de um doce que me enviaram por email…
    Em todo o caso, as claras conservam-se durante várias semanas refrigeradas! :)

    Um beijinho,

    Leonor

  29. Nina em 12 Dezembro, 2009

    Leonor, como todas as ideias geniais, a de congelar o bolo de noz antes de o cortar, também o é. Mesmo antes de comprovar, tenho a certeza que resulta.
    Obrigada, por mais esta dica.

  30. Bergamo em 13 Dezembro, 2009

    Essas fotos são absurdamente maravilhosas.
    E, combinam perfeitamente com essas delícias.
    Bj,
    Bergamo

  31. AndreaDomingas em 13 Dezembro, 2009

    Leonor,

    Esta sua receita é “dos Deuses Gastronômicos”! Fiquei aliviada ao saber que fez só 1/4 da receita, porque eu não conseguiria comer um bolo inteirinho destes sem sentir nehuma culpa! :) Um dia vou tentar fazê-lo e como você mesmo sugeriu, servir como sobremesa, pois certos doces não são para encher a barriga, mas para colocar um final feliz numa refeição maravilhosa. Mais uma obra de mestre das suas mãos-de-fada!
    Beijos

  32. Nadjibella em 13 Dezembro, 2009

    MAGNIFIQUE.

  33. Canela em 13 Dezembro, 2009

    Que lindo!Esta tenho mesmo que levar!
    Beijo

  34. Patrícia em 14 Dezembro, 2009

    Leonor,

    quase comi o écrã, estou para aqui a salivar e se não for depressa “roubar” um babete ao miúdo ainda estrago o teclado!
    já se torna repetitivo, mas não há outra forma de o dizer: está divinal, a foto! E o bolo com certeza não lhe fica atrás… é mais um para a já mui longa lista de “delícias da Leonor que tenho de fazer sem falta”!! Ai, pudera eu comer assim tanto… (tenho de comprar umas formas mais pequenas e fazer como tu, só metade ou 1/4 das receitas; ou então ir distribuindo pelos vizinhos, garanto que passava a ser a vizinha mais simpática da rua toda!! hehe)

    tenho umas perguntas em relação às claras que sobram: escreveste noutro comentário que se conservam algumas semanas refrigeradas; isto quer dizer, congeladas ou só no frigorífico? Com quantas semanas é que poderei ainda utilizá-las sem problema? E qual é a melhor forma de as conservar (temperatura ideal)?

    Obrigada desde já pelas dicas!

    Beijos com uns – poucos, pouquinhos – floquitos de neve,
    Patrícia

  35. Helen em 14 Dezembro, 2009

    Descobri este blog á tempos, por mero acaso e adorei!
    Este fim-de-semana não resisiti a experimentar esta receita. Ficou uma delicia, atrovadissima por todos os presentes numa festa de Natal de Amigos.
    Quanto á forma fiquei baralhada! a foto aparece com uma fatia rectangular, mas fala numa forma de 22cm, achei que era redonda, fiz numa redonda de 25 cm e saiu muito para fora, o que arruinou o aspecto do bolo, mas não o sabor e foi todo devorado!
    Muitos parabéns aos dois pelos vossos excelentes trabalhos!
    Os doces são uma tentação e as fotos umas obras primas!

  36. patrícia vilela em 14 Dezembro, 2009

    Experimentado e aprovado!

    Mas na variante avelã, que era o que estava já preparado ;D

  37. judite em 15 Dezembro, 2009

    Leonor

    Este fim de semana , fiz o bolo de noz, é uma verdadeira delicia!
    mas não acertei com o doce de ovos, ficou um pouco espesso
    devo ter deixado tempo demais ao lume não acha?
    quando acabei de o preparar achei que estava no ponto
    mas depois endureceu.( nao sei bem porquê) se puder dar alguma
    dica agradeço
    um beijinho e Boas Festas

  38. Mary-Sab.Aromas em 15 Dezembro, 2009

    Olá,Leonor!!

    Está excelente,lindo e que delicia deve ser !!

    bjinhos,

  39. moranguita em 16 Dezembro, 2009

    Leonor estou a babar-me toda com esta fatia aqui a minha frente.
    esta uma maravilha esse bolo
    beijocas

  40. Ana Powell em 21 Dezembro, 2009

    Uma vez mais, os meus parabéns.
    Absolutamente sublime, é como entrar num conto de fadas.
    Todas as tuas receitas são maravilhosas e deliciosas e tão delicadas.
    Votos de Feliz Natal e Próspero Ano Novo para todos x

  41. Fernando Souto em 22 Dezembro, 2009

    Olá,

    Fiz o bolo e ficou soberbo para gáudio do meu filho que nem é guloso/apreciador. Tal como a Judite, o creme de ovos espessou ligeiramente. A explicação: como foi feito num tacho de fundo térmico, deveria – a meu vêr – ter sido retirado um nadinha (3/4 minutos) mais cedo.

    Vou repetir a dose agora para o Natal.

    Já agora: a todos um Feliz Natal e boas receitas

    Fernando Souto

  42. anabela em 2 Janeiro, 2010

    É verdade que os olhos tambem comem!!!
    Bem, não resisti, e…ficou delicioso!!!

  43. Rosa Maria Fonseca em 2 Janeiro, 2010

    Olá,Leonor
    continuo, de quando em vez, a deliciar-me com o seu blog.Desta vez, o bolo de noz cativou-me.Mas, as claras não se batem, juntam-se apenas?
    Espero a sua resposta, para experimentar esta receita divina.

    Rosa Maria
    p.s. – Feliz 2010, inspirado e doce como nunca.

  44. Rosa Maria Fonseca em 2 Janeiro, 2010

    Leonor

    desculpas mil…li a receita na diagonal…claro que as claras são batidas em castelo…obrigada.
    Rosa Maria

  45. Flora em 3 Janeiro, 2010

    Hummmmmm!
    Fiz este maravilhoso bolo de nozes, que juntei aos outros doces na minha mesa de natal e ficou óptimo.
    obrigada Leonor

  46. Sónia em 5 Janeiro, 2010

    Minha doce Leonor

    sigo este cantinho anonimamente há algum tempo. Mas depois de ter feito 3 bolos de noz seguindo esta tua receita … e de ter sido O doce do Natal e Ano Novo em casa e junto de amigos, tenho mesmo de agradecer.

    Pequena alteração: como sou de Aveiro, o doce de recheio e cobertura foi mesmo ovos moles: um doce pecado …

    Neste espaço deliciam-nos as palavras e as imagens. Muitos parabéns e obrigada pelo previlégio de partilhares o teu talento e arte connosco.

  47. PATRÍCIA AS em 18 Janeiro, 2010

    Olá Leonor, fiz o bolo ficou belissimo. Obrigada PAS

  48. Mariana em 3 Fevereiro, 2010

    Pela primeira vez fiz este bolo de noz. Devo confessar que ficou fabuloso e foi devorado por todos.
    Obrigado pelo site, que é fantástico, as fotos não se ficam atrás assim como as receitas.
    Ganhou mais uma visita regular. 5*.

    Mariana

  49. erva da provença em 24 Fevereiro, 2010

    Leonor…
    Fiquei comovida. Este era o bolo de noz que a minha mãe fazia e era obrigatório quando o meu pai fazia anos.
    Nunca tive coragem par o fazer. Tenho a receita mas sempre tive receio k não ficasse tão bom como o dela. Um dia destes tento.
    Obrigada

  50. Claudia Cerqueira em 4 Março, 2010

    Olá Leonor. Estava à procura de um bolo que me “enchesse” os olhos para fazer para os meus anos e encontrei. Parabéns por este maravilhoso bolo, vou fazê-lo espero que fique bom.

    Claudia

  51. Ricardo Santos em 8 Janeiro, 2011

    boa tarde, estou com dificuldade em fazer o creme, faço com o lume no mínimo, demoro uma eternidade mas fica muito amarelo em vez de ficar com a tonalidade da foto. Também fica doce demais, será que estou a por açúcar a mais ou é mesmo assim.

    Obrigado pela disponibilidade

  52. DocesAromas em 7 Março, 2011

    …que aspecto! Adoro bolo de nós.

    Beijocas.

  53. Mariana Giestas em 16 Março, 2012

    Boa tarde! Experimentei este bolo há umas semanas e tenho de admitir que foi um dos bolos mais saborosos que já provei (e fácil de elaborar)! Opinião esta, partilhada por todos os que provaram! Definitivamente uma receita a repetir!
    O bolo de fécula de batata irá ser o próximo a ser experimentado, que parece ser ótimo por sinal!

  54. Isabel Matos em 4 Junho, 2012

    Não sei o que dizer mais sobre as suas receitas…já tinha experimentado o cheesecake…adorámos e o bolo de noz neste fim de semana.
    Há quem diga que sabe cozinhar, há quem se gabe de ser cozinheira(o) de mão cheia…tanta arrogância tantos segredos…tanta coisa sem importância porque o que importa é fazer os outros felizes, é preparar com amor e destilar todos os disabores de uma semana cansativa numa doce tentação e provocar alegria, amor e por vezes paixão!!!
    Adoro gastar o meu tempo a preparar as suas receitas! Adoro que o resultado seja perfeito, adoro o momento em que nos juntamos para a prova final…o seu trabalho faz-me feliz!
    Vou comprar o seu livro logo que o encontre, o blog está fantástico mas quero que o seu livro passe para os meus filhos e netos, como um legado de sabedoria e amor.

    Obrigada Leonor.

  55. Leonor de Sousa Bastos em 7 Junho, 2012

    Olá Isabel,

    Ler um comentário assim enche-me de felicidade!
    Saber que gosta destas receitas é o que torna a partilha verdadeiramente emocionante…obrigada!:)

    Um beijo doce,

    Leonor

  56. Raquel Sousa em 29 Dezembro, 2012

    Olá Leonor.

    O bolo não leva farinha?

  57. Leonor de Sousa Bastos em 8 Janeiro, 2013

    Olá Raquel,

    O bolo não leva farinha, leva apenas nozes.

    Um beijinho e bom ano!

    Leonor

  58. Cláudia Alves em 4 Maio, 2013

    Olá Leonor,

    Já fiz este bolo como bolo de aniversário, e foi um sucesso.
    Fica delicioso.

Comentar




    Translation





  • Últimos posts

  • Receitas por categoria

  • Arquivos